top of page

6 Principais tendências de Comércio Exterior para 2023

Atualizado: 28 de nov. de 2022



O futuro do Comex, inevitavelmente está ligado a evolução da tecnologia, com processos mais ágeis e integrados, transparência e a melhora da experiência com o cliente.


As tendências do Comércio Exterior para os próximos anos devem estar ligadas ao ‘humanismo digital’, onde tecnologia assertiva e bem implementada faz conexão com humanos. Por isso que é sempre bom aprender e reaprender todos os dias, deixando de lado a resistência a mudança.


Portanto, as empresas que atuam com Comércio Exterior precisam estar ligadas nessas 6 principais tendências de tecnologia que podem trazer muitos benefícios para o próximo ano:


1- Business Intelligence


Uma tecnologia disruptiva e inovadora que pode ser implementada em uma empresa de importação e exportação é a Business Intelligence, ou inteligência de negócios.

Esses benefícios são agregados graças às informações que são extraídas do processo de Business Intelligence. Por isso, não há uma indicação de tipo de sistema ou método de trabalho para a implementação do Business Intelligence. Apesar dessa máxima, os próximos tópicos demonstram algumas ferramentas que podem ser utilizadas em um setor de Business Intelligence, além de servir a toda a empresa de importação e exportação.


2- Blockchain


É uma espécie de livro razão compartilhado, seguro e imutável que foi criado originalmente para facilitar o processo de registro das transações e o rastreamento de ativos que compõem uma rede empresarial. Trata-se de uma ferramenta tão segura que, até os dias atuais, não se têm registros de fraudes envolvendo os dados dos códigos da Blockchain. No Brasil, o Serviço Federal de Processamento de Dados, em parceria com a Receita Federal do Brasil, criou a sua própria Blockchain que foi chamada de bConnect.


3- Internet das Coisas


A Internet das Coisas é outro conceito que tem ganhado bastante importância no meio empresarial em geral. Basicamente, este é um conceito que pressupõe uma interconexão digital entre objetos físicos e a internet. Dessa forma, é possível coletar e transmitir dados que podem ter inúmeras utilizações.

No comércio internacional, essa tecnologia tem sido utilizada para rastrear e detalhar mercadorias comercializadas diariamente entre portos e aeroportos.


4- Computação na nuvem:


Essa é uma tendência que auxilia não apenas as empresas de comércio exterior. Os operadores ou responsáveis pelos processos podem realizar as suas atribuições em qualquer lugar que tenha um computador conectado à internet. A computação na nuvem tem sido utilizada quase que majoritariamente nos arquivos digitais. Mas, atualmente, já existem sistemas que podem ser acessados por um simples navegador na internet.


5- Inteligência Artificial:


É uma das principais novidades do século e já vem sendo utilizada por diversos setores da economia mundial. Atualmente, a Inteligência Artificial ajuda diversos segmentos a reduzirem custos por meio da automação de processos. Em todos os lugares do mundo temos mudanças em procedimentos de importação e exportação utilizando a Inteligência Artificial. O foco da Inteligência Artificial não é roubar o lugar do ser humano, e sim facilitar o cotidiano das empresas.


6- Big Data


É um emaranhado de dados armazenados em um servidor na nuvem ou físico. O foco é concentrar todas as movimentações realizadas pela empresa de importação e exportação em determinado período. Mas ele não tem como objetivo a análise desses dados.

Desse modo, a empresa deve ter uma grande capacidade de armazenamento para guardar todos esses dados.

Apesar da quantidade de itens armazenados, ele não tem como foco realizar algum tipo de análise ou geração de informações.

Vale a pena ressaltar que o Big Data depende de diversos e complexos sistemas de proteção.

Afinal, apesar de conter dados espalhados e sem muita definição, eles podem ser utilizados para entender aspectos importantes da sua empresa.


A pandemia impulsionou a mudança, mexendo nesse cenário de transformação digital.


Conheça algumas fontes seguras para visitar diariamente:


Além de todas essas ferramentas, é importante o profissional que trabalha com Comércio Exterior saber também onde obter informação.

Para aplicação das tendências citadas acima e focar na tecnologia, é necessário estar um passo na frente e saber o que demanda o que o mercado nacional e internacional.

E para isso, a leitura de noticiários, blogs, portais especializados, artigos e a checagem de informações, precisam ser parte da rotina de trabalho.

Algumas fontes são recomendadas, como:







Saiba como a Adejo pode te ajudar com as soluções de Comércio Exterior:


A Adejo oferece alto padrão em soluções para Comércio Exterior, com uma equipe especializada pronta para adaptar as ferramentas ideais à realidade do seu negócio. Simplificação, otimização, compliance e melhor governança dos processos para que sua empresa evolua em transações globais.


Para mais informações de nossas soluções fiscais, entre em contato com um de nossos consultores.

685 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page